Psicóloga é encontrada morta pela filha de apenas 9 anos na Zona Sul de Teresina

A psicóloga Maria Joaquina Vieira Barros, 56 anos, foi achada morta dentro de casa no bairro Macaúba, Zona Sul de Teresina, nesse domingo (25), pela filha de apenas 9 anos. Segundo o coordenador da Delegacia de Homicídios, delegado Francisco Costa, ao lado do corpo foram achados objetos que podem ter sido usados para estrangular a vítima.

A Polícia Militar foi acionada depois que a filha da psicóloga tentou procurar ajuda para a mãe e foi até um posto de combustíveis próximo de casa.

"Fomos ao local, fizemos o isolamento da área e acionamos a delegacia de homicídios. Agora todos os detalhes são com a polícia civil", disse o relações públicas da PM no Piauí, coronel John Feitosa.

Alguns pertences da vítima foram levados de casa e por isso há a suspeita de latrocínio. Contudo, o delegado Barêtta declarou que estão sendo buscadas imagens da movimentação em todo o entorno da residência. Ele declarou que já possui informações que ajudam na elucidação do crime, mas que não podem ser divulgadas no momento.

"Não temos ainda a causa da morte porque ao lado do corpo achamos um fio telefônico e uma coleira de cachorro, que indicam estrangulamento, mas ela também tinha uma perfuração grande no pescoço e perdeu muito sangue. Requisitamos exames de local do crime e laudo cadavérico, para apurar cada detalhe. Essa causa da morte e a motivação para o crime ainda serão apuradas, não podemos falar muito no momento", informou.

Maria Joaquina morava sozinha com a filha e era sócia de uma clínica na Zona Leste de Teresina. A psicóloga atendia ainda no Hospital Areolino de Abreu, Zona Norte.

fonte: g1